Mediação Cultural e o Café

Produtos viáveis

Workshop –
Exposições –

Catálogos –

Nesta sessão irei apresentar algumas ideias, em discussões de interessados, a respeito de conteúdos destinados à mediação cultural frente à sociedade contemporânea. Para quem não sabe mediação  é a ação baseada em princípios humanísticos e éticos, respeitando argumentos, práticas e produtos inovadores dotados de predicados fertizados na vivência dos mediadores brasileiros, com finalidades culturais voltados para às artes  e ciências. O tema café é o significado, abrangência de possibilidades de explorações em subtemas.

  1. Workshop – “Como conjugar fontes documentais da história do Café”.
    -Café Cidade Fazenda Sede Colônia Terreiro Transporte… na voz do colono-
    Área temática do projeto: Ciências da Informação e Documentação
    Grande Área: Ciências Sociais Aplicadas
    Área: Mediação Cultural (Ciência da Informação)
    Profa. Dra. Silvia Maria do Espírito Santo
    Material didático criado pela autora com apoio de pesquisa de estagiários bolsistas em 2011-
    2012-2013.
    Conteúdo orientador com 16 páginas
    Coleção particular de fotos para exercício
    Tela contendo termos para vocabulário controlado
    Número de participantes: 20
  2. Introdução:
    A experiência conta com o apoio acadêmico a partir do campo da Ciência da Informação, da
    Museologia, da Arquivologia, da História Cultural e das diretrizes para preservação documental
    dos acervos específicos do período da produção cafeeira.
    O trabalho de pesquisa e extensão proporcionará aos participantes da Oficina interagir com o
    “universo” rural do passado e do presente, identificando a documentação visual e nas
    narrativas para organizar produtos como exposições, folders, catálogos e eventos científicos,
    no ambiente urbano.
    Referência: Espírito Santo, S. M. A mediação da informação estruturada em instituições
    culturais. Projeto de Pesquisa e Docência na FFCLRP.
  3. Objetivo:
  • Rememorar a cultura regional do café;
  • Demonstrar a relação dos elementos do complexo cafeeiro na articulação de objetos,
    depoimentos, textos, entrevistas, iconografia e audiovisual;
  • Oferecer ferramentas de pesquisa acerca da memória do café;
  • Conjugar os diversos documentos e narrativas referentes à cultura do café;
  • Produzir um projeto para cidades da região do café;
  • Expor publicamente os resultados oriundos da oficina por veículo digital
  1. Justificativa:
    Este projeto visa estimular a leitura da imagem da comunidade historicamente cafeicultora e oferecer instrumentos aos cidadãos, por meio da documentação histórica e do testemunho oral, através de conhecimentos advindos das análises da imagem e da oralidade. O workshop objetiva o exercício do conhecimento teórico associado às atividades práticas adequadas às condições do ambiente urbano e rural, no mapeamento documental e possibilidade de mediação dos conteúdos informacionais, a partir da temática Café, na Região de Ribeirão Preto entre outras localidades.
    Os fatores da oralidade e da conservação preventiva e tratamentos documentais são formas para adequar a pesquisa científica ao conhecimento da produção do café e da sua simbologia responsáveis pela formação cultural paulista, brasileira e projetada no âmbito internacional.
    Desta forma, procura-se redimensionar os sentidos das formas orais do registro da memória e reconhecer a documentação dos registros analógicos – da informação e dos conteúdos do conhecimento – para apropriação documental e disponibilizá-la em formato de exposição, folder e catálogo. Pretende-se orientar professores, alunos da graduação e pós- graduação, das áreas da História, Sociologia, Biblioteconomia, Ciência da Informação, Museologia, Geografia, Informática, Arquitetura e Agentes Culturais para dominar a elaboração de projetos de extensão cultural, contando com o apoio da pesquisa possível a ser realizada durante a oficina (pelos participantes da oficina), tomando como base experiências e levantamento da oralidade comunitária, da textualidade e fotográfica dos acervos públicos e privados. Almeja-se, assim, que os conhecimentos adquiridos na oficina vigente possam ser empregados pelos participantes nas instituições os quais se vinculam.
  2. Desenvolvimento e cronograma:
    Ações e detalhamento das atividades
    A atividade terá início no levantamento dos instrumentos de pesquisa em bibliotecas,
    Acervos museológicos e arquivos públicos e privados, existentes nas regiões cafeeiras do
    Estado, produzidos desde o surgimento dos núcleos das fazendas e das instituições culturais.
    Nesse sentido, serão apresentados os seguintes levantamentos, explicações e ações:
  3. Indicação para levantamento das Fazendas Históricas e Núcleos da Região do Café. Documentos da materialidade e da imaterialidade da representação do café.
  4. Relação Parcial dos Acervos da região e capitais
  5. Desenvolvimento de quadro para aplicação de diagnóstico institucional e nas fazendas
  6. Identificação de materiais para análise visual (icônica)
  7. Geração, Formato, Volume, Suportes
  8. Relação Parcial das Fazendas históricas da região
  9. Relação Parcial dos Acervos da região e capital
  10. Arquivos Municipais e da capital, Arquivos Estado de SP, – Arquivo Nacional Museu do
    Café de Ribeirão Preto, Museu do Café de Santos, Arquivo Público de Ribeirão Preto, Casa de
    Cultura Rogério Cardoso de Mococa, Museu Paulista Centro de Documentação da Unicamp,
    Centro de Documentação de Sertãozinho entre outras instituições regionais.
  11. ITENS PARA APLICAÇÃO DE DIAGNÓSTICO INSTITUCIONAL
    . GÊNERO/ TIPO OU ESPÉCIES DOCUMENTAIS FORMATO/ SUPORTE/PROVENIÊNCIA/GERAÇÃO DOCUMENTAL ANALÓGICA
    . PRESERVAÇÃO TRATAMENTO/ACESSO
    . VOLUME/QUANTIDADE
    . ENTREVISTAS COM TRABALHADORES E ACERVOS DOCUMENTAIS
    . ELABORAR QUADRO DE ETAPAS DE PESQUISA E NÍVEIS DE MEDIAÇÃO NA
    COMUNIDADE REGIONAL E INTERNACIONAL
  12. Carga horária:
    3 horas/no dia
  13. Público alvo:
    Interessados na cultura do café (produção cafeeira, simbologia, religiosidade, musicalidade)
    O workshop é direcionado ao público do ensino médio e superior (graduação e pós-graduação), envolvendo escolas, públicas e privadas, além de professores, pesquisadores e interessados em geral na pesquisa, histórica e simbólica da região.
    Período de realização prevista
    Data : 17/05/2019
    Horário: 16:00-18:30 h
    Local: CRIP- Bloco 6 –Química. FFCLRP
    Curso Biblioteconomia, Ciência da Informação e Documentação
    Responsável: 2144262 – Profa. Dra. Silvia Maria do Espírito Santo
  14. contato: silesan@usp.br. Turma de 4 -10 alunos.

2 comentários em “Mediação Cultural e o Café

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s